Escolha uma Página

Linhas de Pesquisa

Pensamento Político Brasileiro

Esta linha abriga pesquisas concernentes à formação do pensamento político brasileiro, em seu sentido clássico, no diálogo com a antropologia, a sociologia e a crítica literária e de arte, mas também questões concernentes à inovação institucional contemporânea, bem como, à crítica da violência. Nesse sentido, a percepção das instituições do direito e as novas correntes do estudo constitucional são amparadas no plano de trabalho. O privilégio na linha dá-se às abordagens conceituais e históricas. Autores como Joaquim Nabuco, Oliveira Vianna e Rui Barbosa são investigados não só em chave historiográfica, mas também questionadora das temáticas da invenção política dos sentidos na monarquia, da república e das novas instituições.

Fundações da Teoria Política

Esta linha de pesquisa abriga as investigações sobre o pensamento político clássico e contemporâneo. É incentivada a abordagem histórica dos problemas de fundação do pensamento soberano. Por essa razão são contempladas pesquisas que articulem a tradição da filosofia política com outras disciplinas filosóficas, tais como a filosofia da linguagem, a estética e a teoria do conhecimento. Não só questões históricas sobre direito natural são percebidas, como também abordagens concernentes às contemporâneas pesquisas sobre a relação entre a instituição e a lei. Mas também são abrigadas preocupações conceituais e ontológicas acerca do problema do fenômeno constituinte e instituinte. Dessa forma, trata-se de linha que une a natureza filosófica da instituição com a história das representações políticas.

Poder, Subjetividade e Mudança Política

Estado, Sociedade, Governo e Interesses em Contextos Democráticos

A Inserção do Brasil nas Relações Internacionais e Estratégicas

Relações Internacionais: as teorias modernas e contemporâneas. Estudos Estratégicos no mundo moderno e contemporâneo. As condições da guerra e da paz. O papel das Forças Armadas em tempo de paz e nas situações de conflito. Relações Internacionais e os Estudos Estratégicos: convergências e divergências. Estratégia de Estado: Defesa e Segurança.

Gastos públicos e democracia; Interesses políticos e o orçamento federal; a economia de defesa; Conceitos e definições sobre defesa nacional; Instrumentos da defesa nacional; instituições, resultados políticos e impacto econômico; o Executivo e a avaliação de políticas públicas de defesa nacional; o Legislativo e a avaliação de políticas públicas de defesa nacional; Gestão e controle de políticas públicas de defesa nacional: estudos de casos.

A relação entre capital e poder político; a relação entre indústria de defesa e poder político; conceitos fundamentais sobre o papel histórico da indústria de defesa; conceitos fundamentais sobre o poder político; o impacto do fim da Guerra Fria na indústria de defesa; indústria de defesa nos países de capitalismo avançado no pós-Guerra Fria; indústria de defesa em países em vias de desenvolvimento no pós-Guerra Fria; a indústria de defesa no Brasil; Sociologia e Política das Forças Armadas; a economia de defesa.