Escolha uma Página

Departamento de Ciência Política

Universidade Federal Fluminense

Disciplinas Optativas de Estado e Sociedade

Cidadania e Resolução de Conflitos no Brasil
Quadro teórico da categoria cidadania. O Estado e a regulação da cidadania. Demandas individuais e coletivas e mecanismos de resolução de conflitos. Papel das agências estatais e suas formas de atuação. A crise da cidadania regulada. O surgimento de novo modelo de cidadania no Brasil Contemporâneo. Democracia participativa e cidadania.

Estado e Nação no Pensamento Político Brasileiro
Concepções diversas sobre o Estado Nacional brasileiro. Visões clássicas das relações entre Sociedade e Estado. As dimensões geográfica, cultural, religiosa e étnica na construção da Nação.

Políticas Públicas e Processos Decisórios Governamentais
Modelos teóricos sobre tomada de decisão e políticas públicas. A burocracia e a alocação dos recursos públicos. Relações entre políticas públicas, variáveis estruturais (interesses organizados, partidos, ideologias) e variáveis contextuais (PNB, urbanização, industrialização). Análise de políticas públicas. Relações entre o público e o privado. Constituição da ação coletiva e mecanismos de intermediação de interesses entre o Estado e o Mercado. Neoliberalismo como ideologia e ação governamental na produção de políticas públicas. Processos decisórios governamentais no Brasil sob a democracia e sob as ditaduras.

Estado e Política Social
Principais modelos de explicação do welfare state. Análise comparada dos principais modelos nacionais de welfare state. Contradições, limites e crise do welfare state. Política social na América Latina. Análise comparada de políticas sociais setoriais.

Estado e Desenvolvimento Econômico
Papel do Estado na implantação e dinamização do capitalismo. Macropolíticas de desenvolvimento em diferentes contextos: economias planejadas, agrícolas e industriais avançadas. Formulações teóricas e estudo de caso. A importância e a dinâmica do intervencionismo e da não intervenção. Os determinantes classistas sobre a ação governamental. Efeitos da atuação estatal sobre a dinâmica das classes.

Políticas Econômicas e Impactos Socioculturais
Interação entre sistemas econômicos e culturais: papel impulsionador e limitador dos valores culturais sobre a ação econômica. Consumo, produção e cidadania. Impacto de políticas econômicas sobre as relações sociais e a cultura. Impacto da inflação e das políticas de ajuste econômico sobre a cultura e a vida quotidiana. A reação cultural à reestruturação produtiva: o novo espírito do capitalismo.

Controle Social, Violência e Criminalidade
O conceito de violência e o problema da criminalidade e da punição. Estratégias de controle social, disciplina e crescimento urbano. Cenas e microfísica do poder. Meios de comunicação de massa e configuração da violência. O Crime e a economia global. Análise do caso brasileiro.

Representação Política, Sistemas Partidários e Regimes Eleitorais
Emergência da democracia de massa. Representação política e instituições. Surgimento dos diferentes sistemas partidários e regimes eleitorais. Aspectos oligárquicos e democráticos dos partidos; tipos de distribuição das forças eleitorais e parlamentares.

Interesses e Política: paradigmas e análise
Os paradigmas (pluralistas, marxistas e corporativistas) no processo de representação política e de intermediação de interesses nas relações entre o Estado e a economia. Novas orientações institucionalistas e suas ramificações. Experimentos históricos de ação do Estado na política através do planejamento, regulação, políticas sociais. Papel do Estado nas reformas neoliberais. Empresários, trabalhadores e políticas econômicas. Estado e mercado em perspectiva histórica no Brasil e América Latina.

Partidos, Eleições e Representação Política no Brasil
Os partidos e o voto no Brasil. A representatividade dos partidos. Clientelismo e ideologia. Relações entre partidos e estado. Instabilidade, fragmentação partidária e democracia. Rupturas, descontinuidade e alinhamentos no sistema partidário. A racionalidade do voto.

Federação e Instituições de Governo no Brasil
Os arranjos federativos no Brasil e suas relações com os regimes políticos autoritários e democráticos em perspectiva histórica. O debate entre federalismo e centralização política no Brasil. Modelos federativos, federação e a reforma do Estado em perspectiva comparada.

Capital Social, Democracia e Desenvolvimento
A reflexão clássica e contemporânea das Ciência Política e das Ciências sociais em geral sobre o papel das instituições públicas e estatais, do terceiro setor e das organizações voluntárias no desenvolvimento econômico e social. As relações entre qualidade de vida, desempenho econômico, igualdade, democracia e arranjos institucionais e cooperativos e cultura cívica. Exame de experiências no Brasil e no exterior contrapondo riqueza, bem-estar e pobreza à capacidade organizativa e aos graus de confiança existentes em cada sociedade.