Escolha uma Página

Departamento de Ciência Política

Universidade Federal Fluminense

Áreas de Concentração e Linhas de Pesquisa

Área de Concentração: Teoria Política e Pensamento Político Brasileiro

Linha de Pesquisa: Teoria Política

Esta linha de pesquisa abriga as investigações sobre o pensamento político clássico, moderno e contemporâneo. Parte da premissa de que há, contudo, nos assim chamados “clássicos da política” mais do que pensamento político. A condição mesma de se falar do “político” exige a inscrição em um campo maior de significados, marcado pela precedência de questões postas pela tradição da filosofia. A linha de pesquisa, ao considerar a constituição do campo da teoria política, considerará de modo necessário um conjunto mais amplo de marcadores, presentes na reflexão clássica, moderna e contemporânea. Tais marcadores básicos dizem respeito a questões ontológicas, epistemológicas, e de natureza argumentativa. A eles devem ser acrescentadas outras dimensões fundamentais, tais como as da ética, da antropologia (definições da condição humana e da constituição de sujeitos), da estética e questões de racionalidade prática. Duas referências maiores orientarão as atividades vinculadas à linha de pesquisa: (i) a do reconhecimento de um jogo complexo de dissensos e convergências que acaba por constituir diferentes tradições no campo da teoria política e (ii) a centralidade do tema das relações entre teoria política e experiência histórica, política e institucional. Nessa última chave, importa considerar a associação entre invenção teórica e inovação normativa e institucional.

Linha de Pesquisa: Interpretações do Brasil

Esta linha abriga pesquisas concernentes a interpretações do Brasil formuladas no campo do pensamento político brasileiro. Para tal, este será considerado como em diálogo permanente com a teoria política, a antropologia, a sociologia, o direito, a história e a crítica literária e de arte. A esse recorte será acrescentada ênfase na dimensão da inovação institucional. Parte-se da premissa de que a invenção institucional no Brasil foi fortemente marcada por inovações no campo da reflexão política. Por decorrência, a linha de pesquisa abrigará tanto investigações de caráter teórico quanto de caráter histórico. Esse último aspecto diz respeito à decantação de orientações no campo do pensamento político brasileiro em contextos institucionais específicos. O campo do Direito Constitucional, nesse sentido, constitui referência importante. Importa, portanto, considerar o campo do pensamento político brasileiro como domínio que exige tanto investigação teórico-conceitual como atenção às relações que mantém com o mundo da experiência política e institucional.

Área de Concentração: Estado, Sociedade e Política Internacional

Linha de Pesquisa: Estado, Economia e Políticas Públicas

Esta linha de pesquisa investiga temas em um universo duplamente amplo. Amplo por situar-se em um vasto campo temático de investigação dos fatos e processos da política: relações entre Estado, economia e políticas públicas. E amplo também por abordar a política em perspectiva interdisciplinar, envolvendo a Ciência Política, a Sociologia, a Economia Política e outros saberes fronteiriços. Quanto ao campo teórico, a linha de pesquisa mobiliza, sobretudo, teorias explicativas, empiricamente orientadas, como as que vêem o Estado de modo sociocêntrico ou estadocêntrico, além de diversas abordagens em economia política e políticas públicas.

O objetivo principal é investigar tanto a influência da política (nas dimensões político-institucional, sociopolítica e das ideias) sobre a economia, como também a influência da economia, nacional e internacionalmente, e dos agentes econômicos e sociais no processo político e no Estado, visto tridimensionalmente: como regime político, como tomador de decisões e como estrutura de poder dependente do capitalismo e do suporte dos atores. Mas há também abertura para a investigação de outras áreas de decisão de políticas públicas (além da economia) e as pertinentes conexões entre atores sociais e político-institucionais.

Linha de Pesquisa: Política internacional

Esta linha de pesquisa investiga o conflito e a cooperação entre Estados e as conexões entre agentes e instituições intra e interestatais. Parte-se da premissa de que a política tem espaço específico e autônomo nas análises dos fenômenos internacionais. As investigações focam na atuação internacional dos atores institucionais, tomados isoladamente ou no seu inter-relacionamento com a sociedade civil. A linha de pesquisa possui duas áreas temáticas: (i) segurança internacional, incluindo pesquisas sobre velhas e novas guerras, terrorismo internacional e fluxos de migrações internacionais; (ii) economia política internacional, contemplando discussões sobre a inserção do Brasil e demais países dos BRICS na ordem mundial, sobre a globalização e sobre as estratégias nacionais de desenvolvimento.